Por que estamos nas redes sociais e como nos posicionamos?

Instagram, Facebook, Youtube, Whatsapp, LinkedIn…..todos os dias o número de usuários  cresce exponencialmente nas redes sociais, mas por que estamos nelas?

Minha resposta para esta pergunta não tem a pretensão de ser analítica, apenas ser a síntese de minhas observações e de meus anos trabalhando com marketing digital e agora com coaching.

Martin Seligman, psicólogo professor phd da Universidade da Pensilvânia nos Estados Unidos, é uma sumidade da psicologia positiva. Em seu livro“Authentic Happiness”, ele descreve aquilo que chama de a fórmula da felicidade.

Sim! Eu estou te dizendo que, assim como a amizade tem uma fórmula, a felicidade também tem a sua. Não se trata de uma viagem positivista, mas sim de anos de estudos do professor.

 

A tal fórmula da amizade

 

Seligman chegou à conclusão que a felicidade é determinada pelos seguintes fatores: genética, circunstância e escolha. Apresento-lhes a fórmula:

 

Happiness (felicidade) = S + C + V

S = set range – limites pré estabelecidos ou seja, genética

C = circunstances – circunstâncias

V = voluntary – ações voluntárias ou seja, suas escolhas.

 

Cada fator da fórmula tem um percentual em que determina os fatores de maior importância, digamos assim, para alcançar a felicidade autêntica. Os fatores são porcionados da seguinte forma: S = 35%, C = 15% e V = 50%. Neste post, eu não vou entrar em detalhes  sobre cada fator, pois ele é um post para tentar responder a pergunta título e não para tratar da felicidade em si, mas preciso explicar brevemente uma coisa: Em meio aos fatores, no campo circunstâncias, encontramos um ponto importante que são os relacionamentos.

Socializamos, temos momentos aprazíveis, boas conversas, trabalhamos com outras pessoas….Nós nos relacionamos o tempo todo e esta é uma circunstância importante que ajuda a definir nossa felicidade. Outro ponto importante, também atrelado à circunstância, é nosso reconhecimento. Nós gostamos de ser reconhecidos por aquilo que fazemos ou somos.

 

Felicidade e redes sociais

 

Aí então eu te convido a refletir: quando você cadastrou seu perfil em uma rede social, por que você o fez?

Sua resposta pode ser: porque eu queria utilizar o recurso para divulgar meu trabalho ou porque eu gosto de compartilhar coisas ou ainda porque todo mundo está lá e eu não queria ficar de fora. Em qualquer resposta é fácil perceber o relacionamento entrelaçado.

O motivo de estarmos nas redes sociais é o relacionamento que criamos ou concretizamos com mais e mais pessoas. Relacionar é uma circunstância que tem peso para atingirmos a felicidade. Você percebe a relação?

Ok. Até aqui nós já entendemos que relacionamentos são circunstâncias importantes para a felicidade e que redes sociais são “locais” para nos relacionarmos, mas aí vem uma questão importante:

Você realmente se relaciona com sua base de seguidores?

Seguidores são nosso público passível de nos relacionarmos nas redes sociais e nosso conteúdo lá publicado é a ferramenta que gera este relacionamento. Ter um vasto número de seguidores (centenas, milhares, milhões) não significa necessariamente que você tem uma rede ampla de relacionamento. Nas redes sociais, isso é medido pelo engajamento que são os likes, os comentários, os compartilhamentos, as mensagens inbox e qualquer interação que seu seguidor faça com você.

Uma base de seguidores alta não significa relacionamento, é como ser rico no Banco Imobiliário. Nem mesmo para o marketing digital isso faz sentido. Nós tratamos número de seguidores como métrica de vaidade, pois nem sempre isso traz benefício para o perfil.

O que conta é o que você compartilha, como você lida com seus seguidores, como você se posiciona. Você os trata como pessoas ou só como números?

Eu te convido a construir maior interação com seus seguidores, compartilhar conteúdos que possam realmente fazer sentido à vida deles e gerar relacionamento para você. Pense nisso!

Se você quiser conversar comigo sobre este assunto ou sobre o universo das marcas pessoais, é só me encontrar nas redes sociais (@isadoradantasm) ou deixar um comentário aqui. Eu garanto que vou me relacionar com você.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *